Pesquisar este blog

domingo, 11 de setembro de 2011

GP de MONZA - Itália, 2011

Bom dia são 9h da manhã, aqui eu, você na Cia de Galvão Bueno e seus comentários inoportunos, irracionais e divertidos. Não é para qualquer um hein. Gp de Monza, velocidade em alta com esse maravilhoso circuito, final de 340km/h e uma corrida bem legal, com disputa de posições, batidas, escorregões, roda lado a lado e toques, mas sem novidades lá na frente. Vettel dominou de ponta a ponta. Fez barba, cabelo e bigode.


A largada foi, como sempre, tumultuada no final da reta, carro para um lado, carro para o outro, Alonso saindo da terceira posição para a poli, Vettel, Hamilton, Button, Schumacher e Massa e de repente Liuzzi vem girando, lá na grama, e atropela. Leva mais três carros e Rubinho tem a corrida prejudicada pois ficou bem no meio do enrosco. Alonso sai na frente, mas logo é superado por Vettel e logo atrás tem Schumacher com Hamiltol fazendo das primeiras voltas um espetáculo a parte. O velho Dick Vigarista ainda anda muito e faz com que Hamilton tenha que comer grama para ultrapassa-lo. Bruno Senna largou bem comedido, segurando o F1 e foi lá para trás, 18 lugar. Fez um excelente corrida e chegou em 9 lugar, rasgando o asfalto. Andou bem e nos fez vibrar com a ultrapassagem em Buemi. Quem não correu bem, estava pilhado, acelerando e atropelando foi Webber. Bateu, escorregou, tirou Massa da disputa e acabou no muro.

Em Monza o desgaste de pneus é muito forte e a disputa, desta vez, não me pareceu favorecer ninguém. Pelo contrário, achei que os pneus não comprometeram e não atrapalharam corrida.

Corrida rápida, 1h26m44s, com velocidade média acima de 200km/h

Vettel ganha 8 de 13 corridas. Chorou no podium. Choro de Campeão. Bicampeão.

Destaque foiu Galvão Bueno que chamou o vocalista da banda Jamiroquai, Jay Kay, de Jamiroquai. "Ele gosta muito de F1, está sempre presente o Jamiroquai "

Nenhum comentário: