Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

São Silvestre 2014 90 anos

Pela primeira vez na história desse corredor fui correr a tal da São Silvestre. Confesso que minhas expectativas não eram das melhores. Muita gente, confusão na largada, etc etc ....pensei.

Estava enganado.

Talvez acordar cedo no último dia do ano tenha sido o maior desafio, mas quando você se propõe a um objetivo, uma meta a cumprir até o horário da madrugada, 6h00 da manhã, passa tranquilo.

O planejamento não existiu. Falei no domingo que iria correr e na quarta estava pronto. Fiz um treino de 1h00, cerca de 9km na segunda-feira, 29. Na terça, 30, levantei uns ferros em casa e treinei o corpo no geral, abdomen, flexão de braços, tríceps no banco, rosca direta, puxada vertical com a barra , elevação para frente e desenvolvimento para os ombros. Aquele geralzona para acordar o corpo das festas natalinas.

Na quarta-feira então lá fomos, eu e a Mônica.


Esse tipo de evento em São Paulo que envolve deslocamento por metrô é um barato. Centenas de pessoas circulando pelas estações com o mesmo destino. Todo mundo animadão, não dá para ser diferente, com suas mochilinhas, camisetas azuis oficiais, squeezes, tenis coloridos etc

A chegada na Paulista foi tranquila. Corredores fantasiados de forma cada vez mais criativa. Eu mesmo cliquei com o Surfista Prateado que afirmou correr com uma tábua, juro, uma tábua de pelo menos 5 quilos. Esse é campeão.



Nos ajeitamos e ficamos em uma das travessas próxima ao pórtico de largada. Vimos muitas equipes formadas por corredores de diversos estados do Brasil e pela TV do cel acompanhávamos toda a situação antes do início e a largada da prova feminina e elite masculina.
Devidamente ajeitado com 3 saquinhos de maltodextrina em gel na cintura para ingestão durante a corrida, a meta era um aos 45min outro em 12km e um para o final, alguns comprimidos de cafeína para acelerar e 1,5g de bcaa para alimentar os músculos e melhorar a regeneração meia hora antes da largada.



Dada a largada, lá fui eu correr a bagaça. Depois de auqse sete minutos atravessei o pórtico e perna para que te quero sentido descida da Av. Pacaembu. Seguimos por toda a Pacaembu sentido Memorial da América Latina e segue sentido Av. Rudge. Corre todo vida, sobe o viaduto que dá acesso a Av Rio Branco e segue até a Av. São João para fazer o trajeto alterado no formato do coração, no Largo do Arouche, Vieira de Carvalho, Pça da República e Ipiranga até voltar na São João passando pelo  Paiçandu, Galeria do Rock, Praça do Patriarca, Viaduto do Chá, Libero Badaró e encarar a famosa subida da Brigadeiro.


Muito melhor do que imaginava Corri os 13km em 1h18min a 6:00min/km até chegar na Brigadeiro. A subida tem uma elevação razoavel mesmo para quem está acostumado e seus quase 2km de extensão dá uma piorada no time, o meu foi para 6:13min/km e finalizei contente e feliz com 1h33:18.

Dos cerca de 26.000 participantes cravei na posição 6270.

A partir desse ano não deixarei de correr, é uma prova muito legal e divertida pode acreditar.


















Nenhum comentário: