Pesquisar este blog

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Cartão vermelho pro Sarney - fora !

É amigos, não é de praxe falar de política neste blog, mas o meu brother, pai do Supla, o Senador Eduardo Suplicy se superou. Como bom atleta que foi, na época em que disputava o cinturão do boxe amador em São Paulo, o senador não titubiou e levantou a bandeira do desporto, ou melhor, ergueu em alto e bom braço esquerdo o cartão vermelho, símbolo da regra onde se expulsa um jogador do time. Mostrou o cartão ao Presidente do Senado, - José Sarney - que já está mais avacalhado que o time do Fluminense, mais morto que o Michael Jackson. O gesto foi nobre, porém deveria e poderia ser feito a quase todos do partido que o senador pertence e milita, o PT, pois o mesmo partido " deu pra trás" defendendo a permanência de Sarney na presidencia do senado e queimando o filme, já queimado diga-se de passagem, do senador Mercadante, que disse que ia , mas não foi e acabou fondo. É meu caro Suplicy, o gesto foi de bom tom, mas deveria ter uma amplitude muito maior, alás, poderia muito bem ser oferecido a ele mesmo, pela vergonha que o PT o faz passar, defendendo tais políticas que não fazem e nunca fizeram jus a ideologia do partido.

Nenhum comentário: